Por Tatiana Carvalho. Diretora do Instituto Geist.

[dc]A[/dc] Logoterapia é uma abordagem de psicoterapia que se fundamenta no princípio motivacional da vontade de sentido. Propõe um método terapêutico que se ocupa de dilemas centrais do homem contemporâneo, como o questionamento pelo sentido da vida e a sensação de vazio existencial. Uma das relevantes contribuições da Logoterapia é a ênfase à dimensão dos fenômenos especificamente humanos, que são as duas características antropológicas fundamentais da existência: a autotranscendência e o autodistanciamento.

A Logoterapia compreende, portanto, que a existência da pessoa sempre se refere a alguma coisa que não ela mesma – a algo ou a alguém, isto é, a um objetivo a ser alcançado ou a uma existência de outra pessoa que ela encontre. Assume, ainda, que o ser humano pode posicionar-se diante de seus condicionamentos psíquicos, biológicos ou sociológicos, fazendo escolhas livres, na medida em que se distancia interiormente de suas limitações e se volta para a realização de valores.

Desenvolvida pelo psiquiatra vienense Viktor Emil Frankl, a Logoterapia passou a ser mundialmente conhecida a partir de sua obra “Em Busca de Sentido”, publicada em 1945, traduzida para 18 idiomas e que vendeu mais de 9 milhões de cópias. Atualmente, existem associações e cátedras de Logoterapia ativas em diversos países. Seus princípios e métodos de trabalho vêm sendo utilizados não apenas por psicoterapeutas, mas também por profissionais que se ocupam do humano em diversos contextos, como o educativo, laboral, social-comunitário, jurídico, religioso, da saúde etc.

No Brasil, apesar de ser difundida desde a década de 80, a partir da fundação da Sociedade Brasileira de Logoterapia, devido à sua pouca penetração nos meios acadêmicos, ainda é uma abordagem pouco conhecida entre os brasileiros, especialmente no Maranhão, onde o Instituto Geist, pioneiramente, está oferecendo cursos e serviços em Logoterapia e Análise Existencial. É nosso objetivo colaborar para que cada vez mais pessoas conheçam e se beneficiem, pessoal e profissionalmente, das relevantes contribuições que o pensamento, as vivências e a experiência clínica de Frankl oferecem à compreensão do humano e à percepção da importância de darmos respostas conscientes e significativas às situações que a vida nos apresenta.

[line]

Para saber mais sobre a Logoterapia, clique aqui.

Deixe uma resposta